Governo britânico promete ajuda de emergência ao Haiti

Londres, 13 jan (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, prometeu hoje o envio de ajuda humanitária ao Haiti, após o devastador terremoto registrado nesse país, que causou a destruição de edifícios e, presumivelmente, deixou várias vítimas.

EFE |

"Devido ao devastador terremoto de ontem à noite, o Haiti é centro do pensamento e da solidariedade do mundo. O Governo responderá com ajuda de emergência, com (o envio de) equipamento de emergência e (contribuição) financeira", afirmou Brown, na sessão semanal de perguntas ao primeiro-ministro na Câmara dos Comuns.

"E vamos dar mais apoio, a fim de ajudar o povo do Haiti a se recuperar deste evento devastador", acrescentou.

O ministro de Ajuda Internacional britânico, Douglas Alexander, disse hoje, na Câmara dos Comuns, que "é uma tragédia terrível", há vários edifícios derrubados, inclusive um hospital, muitas casas e o palácio presidencial.

Segundo o ministro, foi enviada ao Haiti uma equipe especial para avaliar o alcance dos danos.

"O Haiti é, certamente, um dos países mais pobres do mundo. Após esta tragédia, é possível que as necessidades sejam muito grandes. O Reino Unido está disposto, como parte da comunidade internacional, a oferecer ajuda, à luz deste devastador terremoto", disse Alexander.

O Exército brasileiro confirmou hoje que pelo menos quatro militares do país que fazem parte da força de paz da ONU no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu na terça-feira esse país caribenho, enquanto pelo menos cinco militares ficaram feridos. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG