Governo britânico doa US$ 10 mi para ajuda de emergência a Haiti

Londres, 14 jan (EFE).- O Governo britânico doará US$ 10 milhões para ajudar a cobrir as imediatas necessidades de emergência no Haiti, após o devastador terremoto da terça-feira, informou hoje o ministro da Cooperação Internacional, Douglas Alexander.

EFE |

"Está claro que enfrentamos uma grande crise humanitária. O Haiti precisa de ajuda e precisa agora. O mais urgente é que as equipes internacionais de busca e resgate possam fazer o trabalho de salvar vidas", disse Alexander, em uma declaração.

"Mas, ao mesmo tempo, há um grande requerimento de comida, água, saúde, abrigo e remédios entre as pessoas que ficaram sem casa", ressaltou o titular de Cooperação Internacional.

"É por isso que o Ministério de Cooperação Internacional oferece o dinheiro, para começar o alívio humanitário no Haiti", disse.

Uma equipe especial do Ministério de Cooperação Internacional já está na República Dominicana para chegar até Porto Príncipe assim que for possível, para avaliar as prioridades do Haiti e poder enviar a ajuda de que o país precisa.

O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 de Brasília da terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do Haiti. O primeiro-ministro do país, Jean Max Bellerive, cifrou o número de mortos em "centenas de milhares".

O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 14 militares do país que participam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

A brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no tremor. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG