Governo britânico diz que Bolívia não é segura para investimento estrangeiro

La Paz, 16 mai (EFE).- A Bolívia não é um país seguro para o investimento estrangeiro pela incerteza derivada da política nacionalizadora do presidente Evo Morales, afirmou o secretário de Estado de Exteriores do Reino Unido, Kim Howells, em entrevista que publica hoje o jornal de La Razón.

EFE |

"É um país onde há muita insegurança sobre o que pode acontecer com os investimentos (das empresas)", declarou Howells, que esteve visitando a Bolívia esta semana.

Por causa desta "incerteza", as transnacionais "escolhem países mais seguros" para investirem, afirmou o vice-ministro britânico.

"Falei com o ministro das Relações Exteriores (da Bolívia, David Choquehuanca) sobre isto e tratei de fazê-lo ver que este é um problema realmente grande", acrescentou.

No início deste mês o presidente Evo Morales nacionalizou quatro petrolíferas, uma delas após um pacto com a companhia hispano-argentina Repsol YPF, e as outras três por meio de um decreto que as obriga a transferir suas ações à estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB). EFE mb/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG