Governo britânico critica bloqueio israelense imposto à Faixa de Gaza

Londres, 1 mai (EFE).- O Governo britânico criticou hoje o bloqueio imposto por Israel à Faixa de Gaza, controlada pelo movimento islâmico Hamas, e pediu ao Estado judeu para respeitar o direito humanitário internacional.

EFE |

"Os fechamentos das passagens fronteiriças em Gaza estão tendo um impacto grave na vida diária" do território, disse o secretário de Estado de Exteriores do Reino Unido, Kim Howells.

Ele participou de um debate parlamentar sobre essa região um dia antes da reunião, em Londres, do Quarteto de Madri para o Oriente Médio (Estados Unidos, União Européia, Rússia e ONU).

O encontro do quarteto, em um momento de estagnação do processo de paz, será realizado em nível ministerial. Está prevista a participação dos chefes da diplomacia dos Estados Unidos, Condoleezza Rice; UE, Javier Solana; Rússia, Serguei Lavrov; e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

"A recente violência, especialmente em Gaza, é causa de grande preocupação. Israel tem preocupações de segurança reais, mas a ação de Israel deve ir em linha com o direito humanitário internacional", disse Howells.

"Fazemos um apelo a ambas as partes para apoiar a criação de um Estado palestino estável e viável", acrescentou.

Durante a reunião de Londres desta sexta-feira, os representantes do Quarteto de mediadores internacionais para o Oriente Médio se reunirão com representantes ministeriais de países árabes.

Além disso, poderiam estudar a iniciativa russa de acolher em Moscou uma nova conferência de paz para a região, antecipou a imprensa.

Além do Quarteto, cujo enviado especial é o ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair, se reunirão amanhã em Londres representantes dos principais doadores à Autoridade Nacional Palestina (ANP).

A reunião tem como objetivo fazer um acompanhamento do esforço de assistência coordenada alcançado no ano passado em Paris, quando os doadores arrecadaram um total de US$ 7,7 bilhões em ajuda. EFE ep/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG