Governo britânico condena expansão de assentamentos judeus na Palestina

Londres, 10 mar (EFE).- O governo britânico fez coro hoje às críticas dos Estados Unidos à decisão de Israel de construir mais casas em assentamentos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

EFE |

O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, David Miliband, afirmou que o projeto israelense arruinará os esforços para revitalizar o processo de paz no Oriente Médio.

"Trata-se de uma má decisão tomada em no pior momento possível.

Com isso, dará argumentos aos que sustentam que Israel não tem uma postura séria quando fala de paz. Junto com nossos parceiros de União Europeia (UE), condeno esta ação", disse.

Em comunicado oficial, o ministro acrescentou que "as recentes conversas de aproximação são uma importante oportunidade rumo a um acordo de paz entre israelenses e palestinos", e considerou que "a paz de verdade requer coragem, compromisso e dedicação de ambas as partes".

"Isso é algo que deve ser demonstrado não apenas com palavras, mas com ações. As lideranças devem impedir aqueles que tentam distorcer a situação neste momento", finalizou. EFE.

fpb/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG