Governo boliviano nega presença das Farc na Bolívia

La Paz, 12 mai (EFE) - O Governo do presidente boliviano, Evo Morales, negou hoje a presença em território boliviano de membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), como denunciou domingo um consultor internacional de segurança em Bogotá.

EFE |

"Negamos totalmente que exista presença das Farc na Bolívia", disse à imprensa no Palácio de Governo o ministro da Defesa boliviano, Walker San Miguel.

Para o titular da Defesa, as informações de que um destacado membro das Farc se encontra na região cocaleira de Chapare fazem "parte de uma campanha suja midiática internacional" contra o Governo de Morales.

San Miguel respondia assim ao consultor colombiano de segurança John Marulanda, que assegurou em Bogotá que "Marco León Calarcá", antigo representante da guerrilha das Farc no México, se encontra no Chapare.

"Estranhamos que tenham eco consultores que se prestam a este tipo de manifestações", acrescentou San Miguel, que atribuiu as informações a "inimigos do processo de mudança" liderado por Morales.

Por sua parte, o ministro de Governo, Alfredo Rada, disse que o Executivo boliviano entrou em contato com a Embaixada da Colômbia em La Paz e esta "não tem informação oficial sobre tais versões".

Rada acrescentou que "não faz sentido abrir uma investigação" porque o "trabalho do Governo não pode se basear neste tipo de versões jornalísticas", as quais qualificou de, "em alguns casos, pouco fundamentadas". EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG