fracassou - Mundo - iG" /

Governo boliviano diz que referendo em Santa Cruz fracassou

O Ministro de Governo (Interior) da Bolívia, Alfredo Rada, considerou neste domingo que fracassou o referendo sobre a autonomia organizado pelas autoridades de Santa Cruz porque simplesmente levou à divisão do próprio povo do departamento.

AFP |

O ministro elevou a 28 o número de feridos em incidentes ocorridos em diversas localidades de Santa Cruz por confrontos entre grupos opostos.

Ao concluir o plebiscito "o panorama da violência e de confonto não mudou, mas se agravou", disse o ministro.

Questionou a seriedade da consulta popular - à qual qualificou de ilegal e inconstitucional- depois de revelar a descoberta de cédulas marcadas previamente com o Sim de aprovação do estatuto de autonomia, no bairro Plan 3000, principal reduto do presidente Evo Morales na cidade de Santa Cruz.

Rada disse estar "à espera do informe dos legistas" para determinar as causas da morte de um ancião que faleceu nas imediações de uma escola no Plan 3000, onde a polícia usou granadas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes.

Um médico do necrotério de Santa Cruz disse à AFP que o ancião "morreu de causas naturais".

Já o prefeito (governador) de Santa Cruz, Rubén Costas, considerado o cabeça visível da oposição a Morales, qualificou o referendo autonômico de um fato "histórico que marcará o nacsimento de uma nova Bolívia".

"O plebiscito se desenvolveu como parte de uma festa democrática", acrescentou.

Costas acusou o governo Evo Morales de promover os atos de violência "trasladando a Santa Cruz" seus partidários, para tentar evitar a realização da consulta popular.

rb/cd/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG