de poder e saque em província opositora - Mundo - iG" /

Governo boliviano denuncia rede de poder e saque em província opositora

La Paz, 26 set (EFE).- O Governo da Bolívia denunciou hoje que o ex-governador de Pando Leopoldo Fernández, preso em La Paz, montou uma rede de poder sustentada na corrupção, no nepotismo, no tráfico de influência e no saque do erário público.

EFE |

A denúncia foi feita pelo ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, em uma entrevista coletiva na qual apresentou a lista de nomes de parentes, funcionários e amigos de Fernández vinculados a essa "estrutura de poder".

"O massacre de Porvenir e de Filadélfia tem sua raiz profunda nesta estrutura de poder, defendida a sangue e fogo (...)", acusou Quintana.

De acordo com Quintana, Fernández organizou um "aparelho repressivo" e de poder que teve "a adesão e a cumplicidade dos meios de comunicação", que foram "subornados, comprados e praticamente dominados mediante pagamentos ilegais".

Ainda segundo o ministro, Fernández fez de "cúmplices" a Controladoria de Pando, encarregada de fiscalizar os gastos do departamento (estado), e "promotores, juízes e alguns policiais".

Na entrevista, Quintana citou nomes de parentes do governador preso com cargos públicos ou contratos com a Administração regional.

O ministro também estabeleceu uma relação entre Fernández e o Comitê Cívico de Pando, presidido por Ana Melena, que, segundo a denúncia, recebeu cerca de US$ 564 mil entre 2006 e 2008, em 60 cheques. EFE ja/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG