turismo político da oposição - Mundo - iG" /

Governo boliviano critica turismo político da oposição

La Paz, 17 mar (EFE).- O ministro da Presidência da Bolívia, Juan Ramón Quintana, qualificou hoje de turismo político a viagem à Europa dos governadores regionais autonomistas de Santa Cruz e Tarija, os opositores Rubén Costas e Mario Cossío.

EFE |

Em entrevista à televisão estatal, Quintana indicou que os opositores viajam frequentemente com o dinheiro dos moradores para conseguir de "organizações de direita e extrema-direita" financiamento para as eleições gerais de dezembro.

"A melhor forma de obter recursos para uma campanha da direita é viajar e se transformar em vítima na Europa", afirmou Quintana.

Autoridades de Santa Cruz disseram que Costas e Cossío, que são dois dos principais opositores autonomistas ao Governo de Evo Morales, se encontram na Alemanha para denunciar os "abusos políticos" que a oposição sofre na Bolívia.

Os dois governadores também estiveram no fim de semana passado na Itália.

O ministro assegurou que Costas "não tem nenhum argumento sólido para acusar o Governo", e disse que na Bolívia o respeito à liberdade de imprensa e opinião é maior que em outros países da região. EFE lav/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG