Governo autônomo do Sul do Sudão celebra eleição de Obama

Cartum, 6 nov (EFE).- O Governo da região autônoma do Sul do Sudão declarou hoje um dia festivo para celebrar a eleição do candidato democrata Barack Obama como primeiro presidente americano de origem africana, segundo fontes oficiais.

EFE |

O ministro da Presidência do Governo do Sul do Sudão, Luca Beunq, afirmou à imprensa que o presidente da região, Silva Kir, enviou ontem suas felicitações a Obama, que é filho de queniano.

Kir assegurou, além disso, que tratará o novo presidente americano como um parceiro fundamental para conseguir a paz no Sudão, segundo Beunq.

Fora isso, o dirigente sudanês louvou a eleição do primeiro presidente americano de origem africana, e a qualificou de uma prova "da justiça e da igualdade do povo americano".

EUA e Sudão mantêm tensas relações pelas sanções impostas por Washington contra Cartum, devido à violência em Darfur e a inclusão do Sudão na lista americana de regimes que patrocinam o terrorismo internacional.

O Governo do Sudão e os rebeldes do sul assinaram em 9 de janeiro de 2005 um acordo de paz que pôs fim a 21 anos de uma guerra que causou a morte de dois milhões de pessoas. EFE az/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG