Governo australiano pede rapidez às seguradoras nas indenizações

Sydney (Austrália), 11 fev (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd, pediu hoje às seguradoras que paguem com rapidez as indenizações às vítimas dos incêndios no estado de Victoria, que mataram 181 pessoas e destruíram cerca de mil casas.

EFE |

Rudd disse, em discurso no Parlamento, que o Departamento do Tesouro "deixou claro ao conselho de seguradoras que o Governo espera que elas ajam com rapidez e com compaixão".

O governante prometeu aos desabrigados que a ajuda oficial, de mil dólares australianos para adultos e 400 para menores de idade (cerca de US$ 668 e US$ 267, respectivamente), será entregue sem obrigação de apresentarem documento de identidade.

O primeiro-ministro pediu à população que faça doações monetárias em vez de bens, porque sua distribuição é mais fácil e rápida.

As promessas do trabalhista Rudd respondem à carta aberta de uma vítima que perdeu tudo nos incêndios, incluindo toda sua documentação, e que foi a um escritório governamental para receber sua ajuda financeira, mas não pôde provar sua identidade. EFE mg/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG