Governo argentino repudia atentado em Mallorca

Buenos Aires, 30 jul (EFE).- O Governo argentino expressou seu repúdio ao atentado realizado hoje na cidade espanhola de Palmanova, na turística ilha de Mallorca, no qual morreram dois agentes da Guarda Civil.

EFE |

"Quero reiterar meu repúdio e solidariedade com o povo da Espanha", afirmou hoje o chanceler argentino, Jorge Taiana, na saída de um ato em Buenos Aires.

Os Agentes da Guarda Civil espanhola morreram depois de uma explosão ao lado de um quartel.

A explosão, que motivou o fechamento do aeroporto e do porto de Palma de Mallorca, aconteceu pouco antes das 9h, no horário de Brasília, nas imediações de um edifício utilizado pela Guarda Civil, situado em uma zona muito movimentada próxima a um centro de saúde e dos Correios.

O Governo argentino também condenou, na quarta-feira, o atentado atribuído à organização terrorista ETA, na cidade espanhola de Burgos, que deixou pessoas 65 levemente feridas.

"Mais uma vez devemos lamentar e condenar nos termos mais firmes e inequívocos este novo ataque à paz e à convivência civilizada que sofre a Espanha", afirmou Taiana. EFE ms/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG