Governo argentino reitera vontade de diálogo com o campo

uenos Aires, 11 abr (EFE).- O Governo argentino reiterou que quer dialogar com os agricultores, com os quais retomará as conversas depois da greve de três semanas que causou problemas em todo o país e foi suspensa há nove dias.

EFE |

"Ficamos muito tempo sem dialogar e acho que em essência o pedido das entidades agropecuárias deste encontro com a presidente (Cristina Fernández) e a resposta rápida dela é um gesto claro de todos de vocação para se sentar, conversar e encontrar soluções para o setor", disse hoje o chefe de gabinete argentino, Alberto Fernández.

O ministro disse que a reunião prevista para hoje entre as quatro patronais agropecuárias e a chefe de Estado "é uma boa oportunidade para que conheçam da boca da presidente as idéias sobre o setor e sobre as possibilidades de acertar um plano de ação".

"Este é um setor que tem um grande futuro, levando em conta que o mundo está demandando alimentos como nunca e a Argentina é um bom produtor de alimentos", afirmou Alberto Fernández em declarações a "Radio América" de Buenos Aires.

A Confederação Intercooperativa Agropecuária, a Federação Agrária Argentina, as Confederações Rurais Argentinas e a Sociedade Rural Argentina solicitaram a reunião com Cristina depois que no último dia 2 resolveram suspender por um mês a greve comercial que vinham mantendo há três semanas. EFE nk/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG