recreativo - Mundo - iG" /

Governo argentino diz que 75% do consumo de drogas por jovens é recreativo

BUENOS AIRES - Na Argentina, 75% do consumo de drogas por jovens é recreativo e os viciados representam apenas 5% do total, afirmou hoje o Governo ao destacar a necessidade de descriminalizar o consumo de entorpecentes.

EFE |

"Continuamos apoiando uma forte política pública de redução do problema", disse o ministro da Justiça argentino, Aníbal Fernández, ao discursar na abertura das Primeiras Jornadas Nacionais sobre Políticas Públicas em Matéria de Drogas.

Sem precisar a origem das estatísticas que mencionou, o ministro disse que "entre 70% e 75% do consumo juvenil de drogas é recreativo, entre 20% e 25% é abusivo e apenas 5% é feito por pessoas viciadas".

"Sonho com o policial que encontra um jovem drogado na rua e não o leva à delegacia, mas ao hospital", acrescentou.

A elaboração de um projeto de lei para descriminalizar o consumo de drogas é analisada por uma comissão científica criada este ano pelo Governo e integrada por juízes, promotores, sociólogos e especialistas em toxicomania e narcotráfico.

A legislação atual, criada em 1989, prevê uma pena de um mês a dois anos de prisão para posse de drogas, além de condenar entre quatro e 15 anos de prisão a "plantação e o cultivo de entorpecentes".

Ao discursar hoje no encontro organizado por diferentes organismos estatais e pelo Colégio de Advogados de Buenos Aires, Aníbal Fernández disse que 15 países europeus têm leis mais tolerantes que as argentinas "e não têm mais consumo de drogas".

Por sua vez, o chanceler Jorge Taiana afirmou que "a Argentina sustenta o princípio da responsabilidade compartilhada" em matéria de abuso de drogas e tráfico de entorpecentes, "uma questão que transcende as fronteiras e adquire uma escala global".

Já a coordenadora da comissão científica, Monica Cuñarro, disse que "70 % dos casos que se encontram no sistema judiciário penal são por posse simples para consumo" e se referiu ao "lamentável fracasso" da lei de drogas.

    Leia tudo sobre: droga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG