Governo aprova polêmica ampliação do aeroporto de Heathrow

O governo de Gordon Brown aprovou nesta quinta-feira a ampliação do aeroporto de Heathrow, apesar dos protestos de políticos e ecologistas contra a construção de uma terceira pista do aeródromo londrino, propriedade da empresa espanhola Ferrovial.

AFP |

O ministro britânico do Transporte, Geoff Hoon, anunciou nesta quinta-feira na Câmara dos Comuns a aprovação deste polêmico plano de ampliação de Heathrow, o primeiro aeroporto mundial em número de passageiros.

Dezenas de deputados de todos os partidos, inclusive do Partido Trabalhista, no poder, são contra o projeto, que provocou centenas de protestos de organizações ecologistas. Estas consideram que a construção da terceira pista agravará os problemas do aquecimento climático.

O governo de Brown justifica o projeto alegando que é necessário ampliar a capacidade aeroportuária do Reino Unido.

"Uma boa rede de transporte é necessária para a competitividade do Reino Unido", afirmou Hoon no Parlamento.

O projeto de ampliação do Heathrow - operado pela BAA, uma filial da Ferrovial, que gerencia sete aeroportos britânicos, elevará em 45% o número de vôos anuais em Heathrow.

O Governo, que condicionou a autorização ao cumprimento de certos limites nas emissões poluentes, propôs também construir uma linha de trem ligando Heathrow à estação de St Pancras, no centro de Londres, e à Escócia.

O plano representa um investimento de 13 bilhões de dólares.

A Ferrovial, que deve completar a construção de uma terceira pista e um sexto terminal em dez anos, pediu permissão para este projeto há dois anos.

ame/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG