Governo americano vai ampliar permanência de militares no Afeganistão

Washington, 5 ago (EFE).- O Departamento de Defesa dos Estados Unidos disse hoje que prorrogará por um mês a presença de 1.

EFE |

250 fuzileiros navais no sudoeste do Afeganistão, onde os militares ajudam na capacitação das forças de segurança.

Os marines que terão sua estada ampliada só voltarão para a casa no fim de novembro, e não mais no começo, como estava previsto.

O Pentágono também anunciou que enviará mais helicópteros e aproximadamente 200 soldados para o sudoeste do Afeganistão, embora cogite mandar mais tropas ao país, disse o porta-voz do Pentágono, Geoff Morrell.

"Há discussões em andamento sobre o que se pode fazer para atender às necessidades dos comandantes sobre o terreno. Como vocês sabem, eles expressaram o desejo de ter três brigadas de combate a mais", declarou Morrell.

O porta-voz lembrou que o presidente americano, George W. Bush, e o secretário da Defesa, Robert Gates, se comprometeram a dar mais recursos ao Afeganistão em 2009.

"Estamos trabalhando para dar a eles as forças adicionais (de seu interesse). Há um esforço coordenado para ver o que mais pode ser feito", acrescentou.

No entanto, Morrell não quis dizer se as brigadas destinadas ao Iraque seriam desviadas para o Afeganistão. Apesar disso, destacou que o encarregado das tropas americanas no Iraque, o general David Petraeus, prepara uma avaliação das necessidades sobre o terreno.

EFE mp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG