Governo americano reforça fiscalização sobre voos privados

Washington, 18 mai (EFE).- Os pilotos de voos privados que se dirigirem a destinos dentro e fora dos Estados Unidos devem entregar ao Governo federal um relatório detalhado sobre esses deslocamentos não comerciais, segundo um regulamento que entrou em vigor hoje no país, informaram as autoridades.

EFE |

O regulamento, similar a um aplicado para os voos comerciais por ocasião dos atentados de 2001, tem o objetivo de fortalecer a segurança para voos não comerciais.

Em comunicado, o Escritório de Alfândegas e Patrulha Fronteiriça (CBP, em inglês) do Departamento de Segurança Nacional explicou que o regulamento entrou em vigor hoje, 180 dias depois de ter sido publicado no diário oficial do Governo, em novembro.

Como parte dessa regra, os pilotos de voos privados têm que entregar às autoridades americanas informação antecipada sobre o horário e itinerário de cada deslocamento, pelo menos uma hora antes da decolagem, dentro ou fora do país. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG