Berlim, 27 abr (EFE).- O Governo alemão não vê um perigo iminente de extensão da gripe suína ao território da Alemanha, após se descartar um primeiro caso suspeito, enquanto a operadora de turismo alemã TUI suspendeu suas viagens ao México até 4 de maio.

O porta-voz de Saúde, Klaus Vater, disse hoje que, por enquanto, não há perigo de contágio de gripe suína para os cidadãos da Alemanha.

No entanto, as autoridades do país reforçaram as medidas de informação aos passageiros nos aeroportos e começaram a ser distribuídos folhetos explicativos nas consultas médicas.

Até agora, na Alemanha, só foi revelado um caso suspeito, mas depois descartou-se que tivesse relação com a gripe suína.

Especialistas do Instituto Paul Ehlich disseram, no entanto, que se conta com que o vírus chegue ao país.

"Acho que podemos partir da base de que, em breve, teremos o vírus", disse o virólogo Michael Pfeiderer, para advertir, em seguida que, apesar disso, não se deve deixar-se levar pelo pânico.

Alguns operadores de turismo começaram a reagir à preocupação entre seus clientes e cancelaram as viagens que tinham programados ao México.

Assim comunicou hoje a TUI, que suspendeu até 4 de maio todos os voos ao México DF e ofereceu aos clientes que já tinham fechado a viagem a possibilidade de buscar destinos alternativos sem prejuízos financeiros. EFE gc-jcb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.