Berlim, 3 ago (EFE).- O Governo alemão confirmou hoje a liberação do navio mercante Hansa Stavanger, que foi sequestrado há quatro meses por piratas somalis.

A chanceler alemã, Angela Merkel, expressou hoje sua satisfação pela liberação do navio e de sua tripulação.

"Esperamos que os tripulantes e suas famílias possam se recompor o mais rápido possível do desgaste físico e mental sofrido nestes meses", afirmou Merkel, em comunicado divulgado hoje pela Chancelaria, após a confirmação da liberação da embarcação.

Segundo o comando central da Operação Atalanta da União Europeia (UE) contra a pirataria em águas somalis, a embarcação foi liberada e já está se dirigindo para o porto de Mombaça, no Quênia.

A liberação aconteceu depois que as piratas receberam um resgate de US$ 2,7 milhões, dinheiro que foi lançado sobre a embarcação por um avião, de acordo com a edição digital do jornal "Der Spiegel".

A embarcação foi sequestrada no dia 4 de abril, a 400 milhas marítimas da do Quênia. EFE gc-pa/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.