Governo afegão reduz para 27 o número de civis mortos em ataque da Otan

Cabul, 22 fev (EFE).- O Governo afegão reduziu hoje para 27 o número de civis mortos em uma ofensiva aérea da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) registrada ontem à noite no sul do país e que inicialmente tinha sido calculada em 33.

EFE |

Em comunicado divulgado pela Presidência afegã, o Gabinete retificou o dado e assegurou que foram 27 os civis que morreram no ataque, realizado na província de Daykundi.

Entre os mortos, há quatro mulheres e uma criança, segundo o Executivo afegão. Na nova nota de imprensa, só é alterado o número de mortos.

O Governo condenou "nos termos mais enérgicos possíveis" o ataque aéreo da Otan, que tachou de "injustificável".

Segundo a versão das autoridades afegãs, a força aérea da Otan disparou ontem à noite contra um comboio de três veículos que circulava pelo distrito de Kajran rumo à província vizinha de Kandahar.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), da Otan, admitiu ter matado um número indeterminado de civis e lamentou a perda de vidas inocentes. EFE lo/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG