O governo do Afeganistão anunciou neste domingo a morte de 248 rebeldes em operações iniciadas há 10 dias para eliminar várias bases dos insurgentes antes das eleições de agosto, e nas quais também morreram 17 soldados.

As operações militares afegãs, que prosseguem, acontecem em cinco províncias do leste e do sul do país, onde os talibãs têm uma forte influência, segundo o general Mihammad Zahir Azimi, porta-voz do ministério da Defesa.

wm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.