Governo aconselha canadenses a não viajar ao México

Toronto (Canadá), 28 abr (EFE).- O Governo canadense recomendou que seus cidadãos não viajem ao México, a menos que seja essencial, devido ao surgimento de foco de gripe suína humana que pode ter causado mais de 150 mortes no país latino-americano.

EFE |

As autoridades canadenses detectaram seis casos "moderados" de gripe suína no país, quatro na província de Nova Escócia e dois na de Colúmbia Britânica, relacionados a viagens ao México.

Diante disso, as autoridades sanitárias canadenses advertiram que é muito provável que, nas próximas horas, sejam descobertos novos casos no país.

O doutor David Butler-Jones, diretor de Saúde Pública do Canadá, afirmou ontem que "provavelmente" haverá mais casos desta doença no país.

Seis pessoas na Colúmbia Britânica estão à espera dos resultados para saber se estão infectadas com o vírus. Em Nova Escócia, 21 pessoas estão em quarentena e podem estar infectadas e, em Ontário, entre dez e 12 pessoas têm sinais da doença.

O doutor Frank Plummer, diretor-geral científico do Laboratório Nacional de Microbiologia, disse ao jornal "The Globe and Mail" que o Canadá está em discussões com as empresas farmacêuticas para fazer reservas de remédios antivirais em poucas semanas.

O jornal disse que a província de Ontário tem doses suficientes de remédios antivirais para tratar 25% da população. EFE jcr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG