Governador pede que substituto de Obama renuncie no Senado

Washington - O governador de Illinois, Pat Quinn, pediu hoje ao legislador Roland Burris que abra mão de sua cadeira no Senado, após admitir que manteve contatos para arrecadar fundos para Rod Blagojevich.

EFE |

Burris foi designado por Blagojevich para substituir Barack Obama, depois que o presidente renunciou a sua cadeira de senador por Illinois.

Blagojevich passou por processo de impeachment, após denúncias de que teria tentado "vender" a vaga deixada por Obama no Senado.

A Comissão de Ética do Senado pôs Burris sob investigação, após revelado que o legislador tinha mantido contatos com o irmão de Blagojevich para discutir a possibilidade de arrecadar fundos para o ex-governador.

"No momento, temos um senador sobre cuja cabeça paira uma nuvem.

É a hora de (Burris) deixar de lado seus próprios interesses, escolher um lado e renunciar", disse Quinn em coletiva de imprensa em Chicago.

O governador, que substituiu Blogojevich após a cassação, disse ter um alto conceito sobre Burris, que segundo ele "fez muitas coisas boas".

No entanto, frisou que "é momento de dar um passo adiante". "Sua renúncia seria um ato heroico", afirmou.

Um assessor de Burris disse à rede de televisão "CNN" que o senador não tem planos de renunciar e projeta continuar no Senado à espera de que se esclareça sua situação em Illinois e na Comissão de Ética do Senado.

Burris se tornou o único senador negro dos EUA desde que Obama deixou a Câmara Alta.

Leia mais sobre: Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG