Governador do Illinois se recusa a presenciar processo de destituição

O governador do Illinois, Rod Blagojevich, suspeito de tentar negociar a vaga do presidente Barack Obama no Senado, informou nesta sexta-feira que não pretende participar das audiências no processo de sua própria destituição, que começam na próxima segunda-feira no Congresso.

AFP |

Blagojevich afirmou que os parlamentares do estado estavam fazendo uma campanha de difamação contra ele e burlando a Constituição, negando-o um julgamento justo para determinar se ele deve deixar o cargo.

"Não é um gesto de desafio", disse o governador durante uma entrevista coletiva.

"Isso vai muito além de meu caso particular. Se podem me tirar de meu posto tão facilmente, digam: que governador poderá enfrentar os parlamentares de seu estado?", indagou.

Blagojevich voltou a defender sua inocência e se recusou a emitir comentários sobre a transcrição das escutas do FBI, que revelaram conversas suas tentando obter compensações financeiras pela escolha do sucessor de Obama no Senado.

O governador foi detido no dia 9 de dezembro, acusado de fraude e corrupção, mas pagou fiança para acompanhar o processo em liberdade.

Leia mais sobre Blagojevich

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG