Governador de Tocantins está disposto a lutar por cargo

Rio de Janeiro, 26 jun (EFE).- O governador de Tocantins, Marcelo Miranda, que teve seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por práticas ilegais nas eleições de 2006, anunciou hoje que está disposto a recorrer a todas as instâncias para manter-se no cargo.

EFE |

"Vamos apresentar recursos contra essa decisão até que se esgotem todos os trâmites legais. Não me considero um derrotado, nem um condenado", afirmou Miranda em comunicado divulgado poucas horas depois do decreto do TSE.

"Continuo tranquilo. Sei da honestidade dos meus atos. Não fiz nada de errado", acrescentou o governador de Tocantins.

O TSE, em uma decisão por unanimidade anunciada ontem à noite após um longo processo, também cassou o mandato do vice-governador do Tocantins, Paulo Sidnei Antunes, por abuso de poder político.

Apesar da condenação, Miranda poderá permanecer no posto até que esgote todos os recursos judiciais a que tem direito, ou seja, até uma sentença definitiva ser determinada pelo TSE.

Além de determinar a cassação do mandato, o TSE ordenou a realização de novas eleições para governador do estado. EFE cm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG