Governador de Illinois é destituído do cargo

O Senado do Estado americano de Illinois destituiu, nesta quinta-feira, o governador Rod Blagojevich do cargo, sob a acusação de abuso de poder. Blagojevich é acusado de tentar vender o assento que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deixou vago no Senado americano após ser eleito.

BBC Brasil |

Pela lei do Estado de Illinois, o governador é responsável pela escolha de um substituto caso um assento do Estado no Senado fique vago.

Blagojevich também foi proibido de ocupar cargos públicos no Estado até o final de sua vida.

Em dezembro do ano passado, ele chegou a ser preso e agora está sendo processado criminalmente por supostamente ter recebido suborno durante seus dois mandatos.

Blagojevich será substituído por seu vice, Patrick Quinn, também do Partido Democrata.

Ele é o oitavo governador da história dos EUA a ser destituído após um processo de impeachment.

Desapontado

Em declarações a jornalistas após a decisão do Senado, Blagojevich se disse "triste e desapontado", mas afirmou não estar surpreso com a decisão.

Durante a audiência que decidiria sobre o impeachment, ele disse aos senadores estaduais "que não havia evidências de que ele tenha tido condutas inapropriadas durante seu governo".

"Não foi provado nenhum crime. Como eu posso ser tirado do cargo com evidências incompletas?", disse.

Ele também reclamou do fato de não ter podido levar testemunhas para darem depoimentos a seu favor.

Blagojevich afirmou que, entre as possíveis testemunhas que ele pretendia questionar, estava o chefe de gabinete de Obama, Rahm Emanuel.

Provas

O processo de impeachment começou após uma investigação dos parlamentares de Illinois, que interrogaram agentes do FBI que teriam gravado uma conversa telefônica onde Blagojevich oferecia a cadeira deixada vaga por Obama em troca de favores.

Nas gravações, o então governador oferecia o assento no Senado em troca de um emprego para ele ou sua mulher.

Blagojevich é o primeiro governador americano a ser destituído do cargo em mais de 20 anos.

O último antes dele foi o governador do Arizona, Evan Mecham, que foi retirado do posto em 1988.

Quatro outros ex-governadores de Illinois já enfrentaram processos criminais, sendo que o antecessor de Blagojevich, George Ryan, cumpre uma sentença de prisão por corrupção.

Leia mais sobre: Rod Blagojevich

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG