Governador de Estado da Venezuela diz que socialismo desaparecerá

Caracas, 22 fev (EFE).- Um dos 17 governadores da Venezuela afins ao presidente Hugo Chávez alertou hoje que percebe carências democráticas similares as que levaram outras experiências socialistas ao desaparecimento ou a deformação.

EFE |

"Um novo socialismo não deve reproduzir um esquema vertical e de ausência de debate livre e aberto", que é o que ocorre no Partido Socialista Unido de Venezuela (PSUV), disse o governador do estado de Lara, Henri Falcon, ao anunciar publicamente sua renúncia à organização partidária liderada por Chávez.

Dos 22 estados que compõem a Venezuela, cinco são governados por opositores de Chávez. Com os 17 restantes, o presidente mantém uma relação que se limita "à emissão de instruções e ordens, sem deixar espaço para que possam emitir seus pontos de vista", ressaltou Falcon em sua carta aberta.

Na carta dirigida a Chávez e publicada nos matutinos, o governante critica "a ausência de espaço adequado para que possamos abordar junto ao senhor, em sua condição de presidente da República, os assuntos que se derivam ser de nossas competências".

Falcon destaca que sua atuação política e seu pensamento "possuem uma clara orientação de esquerda" e que como tal alerta a Chávez que "é impossível construir uma democracia participativa se os homens e as mulheres que têm altas responsabilidades estão privados de serem escutados".

Após anunciar que pedirá para se filiar ao Partido Pátria para Todos (PPT), um dos vários da aliança governista, fecha sua carta a Chávez assegurando sua decisão "recolhe o sentimento de muitos" que "acreditam na transformação social e nas mudanças, mas também na diversidade, na inclusão, na ampliação da participação e na formação e na consolidação de uma liderança coletiva".

O secretário-geral do PPT, José Albornoz, anunciou nesta segunda-feira que o partido aliado do PSUV decidiu "por maioria e consenso geral" aceitar a Falcon como militante. EFE ar-gf/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG