Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Governador de Cochabamba renuncia após derrota em referendo na Bolívia

LA PAZ - O governador departamental de Cochabamba (centro), o opositor Manfred Reyes Villa, renunciou, nesta terça-feira, ao seu cargo após ter sido revogado no referendo do último domingo, segundo indicam as pesquisas e informações oficiais ainda parciais.

EFE |

O porta-voz da Prefeitura de Cochabamba, Erik Fajardo, confirmou à Agência Efe a renúncia de Reyes Villa, sendo substituído pelo governador interino, o até agora secretário-geral da Prefeitura, Johnny Ferrel.

O governador departamental recebeu mais de 62% de votos contra si na consulta de domingo passado, segundo o relatório provisório da Corte Nacional Eleitoral com 86% das mesas apuradas.

Segundo a lei da consulta, os governadores departamentais revogados "interromperão suas funções (...) e o presidente da República designará o governador que exercerá funções até que seja designado o novo como resultado do processo eleitoral correspondente".

Em comunicado, Reyes Villa assegura que "não se atém ao cargo" para não ser "um fator dissociador" nem que possam aproveitar sua rejeição no referendo para "justificar uma onda de violência".

O agora ex-governador de Cochabamba assegura, além disso, que continuará com "ações legais" para impugnar o referendo revogatório e "fazer prevalecer a jurisprudência constitucional".

Reyes Villa foi o único governador departamental que se opôs o tempo todo ao referendo revogatório, já que o considerava um processo ilegal e inconstitucional.

Leia mais sobre: Bolívia

Leia tudo sobre: boliviabolívia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG