Governador de Bangcoc renuncia após ser acusado de corrupção

Bangcoc, 12 nov (EFE).- O governador de Bangcoc, Apirak Kosayodhin, anunciou hoje sua renúncia, que tornará efetiva no dia 19 de novembro, após a Comissão Anticorrupção Nacional lhe declarar culpado de superfaturar o valor de compra de caminhões e embarcações de bombeiros junto a uma companhia da Áustria há 4 anos.

EFE |

"Decidi renunciar como governador de Bangcoc", comunicou o governante durante uma entrevista coletiva nas instalações da Autoridade Metropolitana de Bangcoc.

O governador da província de Bangcoc, que completava um segundo mandato obtido no pleito de 4 de outubro passado, disse que pensa combater nos tribunais as acusações que pesam contra ele até que sua inocência seja provada.

A Comissão Anticorrupção Nacional considerou Kosayodhin culpado na última terça de cometer irregularidades na compra que realizou junto à empresa austríaca Steyr Daimler Puch Spezialfahrzeug GmbH no valor de 6,7 bilhões de baht (US$ 191,8 milhões).

A renúncia do governador de Bangcoc acontece em um momento no qual Tailândia atravessa uma grave crise, produto da vitória nas eleições gerais de 2007 dos mesmos políticos que o golpe militar do ano anterior tirou do poder.

Os habitantes de Bangcoc terão que escolher um novo governador nos próximos 60 dias a partir da renúncia, diz a legislação vigente.

EFE grc/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG