sumir com amante - Mundo - iG" /

Governador da Carolina do Sul é criticado após sumir com amante

Washington, 25 jun (EFE).- Membros do Partido Republicano criticaram e pediram a renúncia do governador da Carolina do Sul, Mark Sanford, desaparecido por cinco dias e que estava com sua amante na Argentina.

EFE |

A revelação foi feita em uma caótica e surpreendente entrevista coletiva, na qual o governador só não revelou seu paradeiro, mas disse que tinha sido infiel a sua esposa e que tinha uma amante há um ano na Argentina. Seu escritório dizia que ele estava escalando os montes Apalaches.

O desaparecimento de Sanford, de quem não se tinha notícias desde a quinta-feira passada, tinha criado comoção no estado, já que nem sua esposa Jenny sabia de seu paradeiro e ele não tinha deixado ninguém a cargo do Governo estadual.

Diante da imprensa, Sanford pediu perdão a sua mulher e a seus filhos que, segundo disse, sabia da existência desta relação há meses.

A comoção causada pela confissão de Sanford gerou críticas dentro do Partido Republicano, pois ele era conhecido por sua postura altamente conservadora.

Glenn McCall, um dos dois representantes estaduais em nível federal do Comitê Nacional Republicano, assegurou que os membros do partido querem que deixe o cargo por não cumprir os princípios da legenda.

Sanford foi repreendido também pelo senador Jim DeMint, com quem liderou a oposição republicana ao plano de estímulo econômico do presidente Barack Obama.

"Estou muito decepcionado", disse DeMint em Washington sobre Sanford, que estava cotado para ser o candidato republicano nas eleições presidenciais de 2012.

Sanford renunciou à Presidência da Associação de Governadores Republicanos e garantiu que devolverá o dinheiro público gasto em uma viagem à Argentina que realizou em 2008, dentro de uma missão comercial à América do Sul, quando se encontrou com sua amante. EFE.

fmx/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG