Governador argentino gera polêmica com plano de vender sede de gabinete

Buenos Aires, 3 jan (EFE).- A intenção do governador da província argentina de Córdoba, Juan Schiaretti, de vender a sede do Governo regional, o edifício onde funciona a Secretaria de Desenvolvimento Social, várias delegacias, uma escola de suboficiais da Polícia e até um hospital gerou forte polêmica, informa hoje a imprensa local.

EFE |

Schiaretti disse que, "com o dinheiro das vendas", pretende "construir uma nova sede para o Governo e um centro cívico" em terrenos estaduais, o que despertou críticas da oposição da província, situada no centro do país.

"Isto é uma negociata, uma manobra de altíssima corrupção", disse o ex-prefeito da cidade de Córdoba Luis Juiz, líder opositor na segunda maior província do país.

Juiz já declarou que sua legenda, a Frente Cívica de Córdoba, votará contra a iniciativa no Legislativo provincial, onde o governador quer que sua proposta seja debatida em fevereiro.

"Estamos diante de uma possível transferência de bens públicos.

Isto é um disparate", disse, por sua vez, Mario Negri, líder da centenária União Cívica Radical (UCR). EFE ms/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG