O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, provocou risos nesta quarta-feira na Câmara dos Comuns, ao declarar que seu governo salvou o mundo com seu plano de resgate dos bancos - um lapso aplaudido, no entanto, pelos deputados da oposição.

Ouvido sobre o plano de recapitalização dos bancos adotado no Reino Unido, o primeiro-ministro respondeu que se trata de 'salvar os bancos que, de outra forma, teriam falido, e não só isso, salvamos o mundo..."Ele tentou consertar, acrescentando logo depois, que "salvou os bancos", mas não teve sucesso. Os gritos explodiram nos bancos da oposição.

O "Speaker" dos Comuns, que preside os debates na câmara baixa do Parlamento, demorou a conseguir restabelecer a calma e, durante toda a sessão, que acontece toda a semana de sabatina do premier, os deputados gargalhavam.

"Trabalhamos não somente com os outros países para salvar o sistema bancário mundial, como nenhum correntista perdeu dinheiro no Reino Unido", disse Brown. "A oposição pode não gostar do fato de termos levado o mundo a salvar o sistema bancário, mas foi isso que fizemos", acrescentou.

Gordon Brown, elogiado no mundo inteiro por seu audacioso plano de salvamento dos bancos britânicos, afirmou em meados de outubro ser "somente Gordon", e não "Flash Gordon", o herói da história em quadrinho que salva o mundo.

"Flash não, somente Gordon" foi um dos slogans de campanha de Brown antes de assumir o cargo de Tony Blair à frente do governo em junho de 2007. Este slogan visava transmitir uma imagem simples e séria para diferenciá-lo de seu antecessor.

elm/lm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.