Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Gordon Brown quer pôr um freio aos excessos do centro financeiro de Londres

Londres, 21 set (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, quer pôr um freio aos excessos da City (centro financeiro de Londres) e seu Governo estuda possíveis medidas.

EFE |

Em declarações à "BBC", Brown qualificou de "irresponsáveis" as gratificações que são dadas aos bancos que assumem riscos "excessivos".

Brown reconheceu, no entanto, que é uma coisa difícil de se regular porque os bônus fazem parte de um sistema global, mas disse que a Autoridade de Serviços Financeiros do Reino Unido está estudando a possibilidade de colocar limites a isso.

"Temos que reconhecer que foram cometidos erros na City, mas sobretudo nos Estados Unidos. Isto veio da América", afirmou.

O líder trabalhista disse que na próxima quarta-feira, assim que acabar o congresso trabalhista realizado em Manchester, viajará aos Estados Unidos para tratar com instituições financeiras e líderes políticos da urgência de criar mecanismos de supervisão global do sistema financeiro. EFE jr/ma

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG