Gordon Brown pede à ONU cúpula urgente sobre Mianmar

Londres, 14 mai (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, pediu às Nações Unidas (ONU) que organizem uma cúpula urgente para tratar da crise humanitária em Mianmar, provocada pela passagem do ciclone Nargis pela região.

EFE |

Na sessão semanal de perguntas ao primeiro-ministro na Câmara dos Comuns do Parlamento, Brown disse que a reunião deve ser similar à organizada pela ONU após o tsunami que assolou o Sudeste Asiático, em dezembro de 2004.

Segundo Brown, o vice-ministro de Assuntos Exteriores britânico, lorde Malloch-Brown, viajou à Ásia para falar com algumas autoridades da região sobre a melhor forma de solucionar, de forma coordenada, a crise em Mianmar.

O primeiro-ministro do Reino Unido disse ainda que, nesse momento, o mais importante é que todos os países asiáticos pressionem o regime militar, que dificulta a entrada de ajuda humanitária na região.

"O regime birmanês deve permitir a entrada no país de todos os trabalhadores humanitários e toda a ajuda imediatamente", disse.

Brown especificou que a cooperação da Junta Militar birmanesa em matéria humanitária "melhorou", mas afirmou que ainda não é suficiente para atender às vítimas.

"Um desastre natural em Mianmar, pelas ações de um regime desprezível, se tornou uma catástrofe, gerada pelo homem como resultado de suas ações", disse.

Brown informou que um avião britânico aterrissou hoje em Yangun para entregar ajuda humanitária e que outros três também devem chegar em breve.

Segundo Brown, essa melhora na situação ainda "não é suficiente", já que mais de 1,5 milhões de pessoas que passam fome necessitam de ajuda "o mais rápido possível". EFE vg/rr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG