nova divisão no mundo - Mundo - iG" /

Gorbatchev adverte para risco de nova divisão no mundo

O ex-líder soviético Mikhail Gorbatchev advertiu nesta terça-feira para a possibilidade de uma nova divisão e um novo cataclismo mundial, após o reconhecimento por parte de Moscou da independência das regiões georgianas da Abkházia e da Ossétia do Sul e sua rejeição pela Otan.

AFP |

"A situação provocada pelos acontecimentos no Cáucaso mobilizou mecanismos políticos e militares na América, na Europa, na Rússia (...) O perigo de uma nova divisão surgiu e a ameaça de um cataclismo mundial aumenta", disse Gorbatchev em um texto enviado à agência oficial russa Itar-Tass.

"Uma escalada provocada pelos dois lados, um cálculo errado na apreciação das intenções do lado oposto, o medo de perder o prestígio, atiçado pelos ultrapatriotas, levaram a Europa à (Primeira) Guerra" Mundial, lembrou o pai da "Perestroika".

"Gorbatchev enviou hoje (terça-feira) seu artigo à Itar-Tass. É a sua reação" a essa série de declarações dos dirigentes russos e da Otan, indicou à AFP um de seus porta-vozes, Vladimir Poliakov.

A Rússia reconheceu nesta terça-feira a independência das duas regiões separatistas da Geórgia, decisão "rejeitada" pelo secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, e condenada por vários países ocidentais, que também contestam a manutenção de posições russas em território georgiano.

Moscou suspendeu sua cooperação com a Otan em uma série de âmbitos e adiou a visita do secretário-geral da Aliança a Rússia.

Mikhail Gorbatchev já desaprovou os esforços do Ocidente para isolar a Rússia e condenou "a imprudência" do presidente georgiano Mikhail Saakashvili ao atacar a Ossétia do Sul, fato que provocou a ofensiva russa na Geórgia, no dia 8 de agosto.

ml/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG