Gorbachov diz que é essencial EUA retomarem relações com Irã e Síria

WASHINGTON - O ex-presidente soviético Mikhail Gorbachov disse, nesta sexta-feira, que é fundamental os Estados Unidos retomarem relações diplomáticas com Irã e Síria, o que na opinião dele melhoraria a situação no Oriente Médio.

EFE |

"A normalização (das relações) com a Síria e o Irã é fundamental", disse Gorbachov no "Fórum da Reconciliação" conferência na sede do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, que será encerrará pelo arcebispo sul-africano e Prêmio Nobel da Paz Desmond Tutu.

"Todos os Estados Unidos estariam melhor se já o tivessem feito", afirmou Gorbachov, afirmando também que a Guerra do Iraque não fez mais do que contribuir pela desestabilização do Oriente Médio.

Suas palavras coincidiram com o lançamento de uma mensagem ao Irã feita nesta sexta-feira pelo presidente americano, Barack Obama, que ofereceu um "novo começo" nas relações, a oferta mais direta de diálogo a Teerã em 30 anos.

Gorbachov não fez alusão à iniciativa de Obama, mas afirmou que "se notam" os ares e o desejo de mudança nos Estados Unidos, especialmente em relação a uma nova agenda nas relações bilaterais entre Washington e Moscou.

"As relações hoje não podem ser descritas como boas", afirmou Gorbachov, que teve uma reunião privada na Casa Branca com o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta sexta.


Leia mais sobre Irã 

    Leia tudo sobre: iraira!irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG