Google promete eliminar buscas de resultados pornográficos na China

PEQUIM - A empresa Google Inc. prometeu tomar as medidas necessárias para eliminar todas as buscas que deem resultados pornográficos em seu portal em língua chinesa, anunciou a agência oficial de notícias chinesa Xinhua.

EFE |

"Estamos realizando um exame exaustivo de nosso serviço e tomaremos as medidas que forem necessárias para corrigir qualquer problema com os resultados", informou através de um comunicado a companhia, que possui o buscador pela internet mais usado do mundo.

Além disso, John Pinette, diretor de comunicações do Google Inc. na região da Ásia Pacífico, confirmou que representantes da empresa se reuniram com membros do Governo chinês para revisar os problemas com o serviço da China e a transmissão de conteúdos e imagens pornográficas através de buscas em idiomas estrangeiros.

O anúncio foi feito dias depois de o organismo estatal regulador dos conteúdos de internet na China ter lançado uma dura crítica ao Google , por mostrar links para páginas "web" de conteúdo "obsceno" e que "violam as regulações nacionais".

Trata-se de uma das primeiras vezes que o Governo chinês critica abertamente uma empresa na internet, já que habitualmente censura os conteúdos que não considera de acordo com as leis chinesas, sem dar avisos deste tipo.

As críticas contra o Google surgem no meio de uma renovada campanha do Governo chinês contra a pornografia na internet, com o bloqueio de mais de mil de páginas web com conteúdo erótico nos últimos seis meses.

A campanha também inclui uma ordem estatal que a partir do dia 1º de julho todos os computadores chineses levarão um filtro antipornografia que impedirá automaticamente escrever palavras obscenas em chinês ou buscá-las na "web".

Leia mais sobre: Google

    Leia tudo sobre: censurachinagooglepornografia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG