Google fecha instalações em cidade indiana por temer gripe

Nova Délhi, 14 jul (EFE).- O gigante do setor de informática Google ordenou hoje o fechamento de seu centro tecnológico na cidade de Hyderabad, no sul da Índia, como medida de precaução diante dos novos casos da gripe suína, que já afetou 200 pessoas no país.

EFE |

Um porta-voz da empresa confirmou que todos os funcionários do escritório terão dois dias de férias para que possam realizar exames médicos e confirmar que não sofrem a doença. A informação é da agencia indiana "Ians".

A empresa detectou um caso de gripe entre um de seus funcionários, que pegou a doença após entrar em contato com um engenheiro que esteve em Houston, nos Estados Unidos.

O engenheiro, de 29 anos, foi internado em um hospital no último sábado, quando já tinha passado a doença para outras cinco pessoas.

Segundo a "Ians", em pelo menos uma das empresas localizadas em Hyderabad - um dos principais núcleos tecnológicos da Índia -, funcionários começaram a se auto medicar como medida de precaução.

As autoridades afirmam que os sintomas do primeiro infectado não foram detectados no aeroporto internacional da cidade, apesar de os passageiros serem recebidos assim que chegam por funcionários do setor de saúde.

Com 31 casos - oito deles nos últimos dias -, a cidade de Hyderabad se tornou um dos núcleos de presença da gripe na Índia. Na segunda-feira foram contabilizadas 200 pessoas com a doença, de acordo com uma fonte oficial. EFE.

daa/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG