Google Earth pode ser censurado na Índia para evitar atentados

Nova Délhi, 10 mar (EFE).- O Governo do estado indiano de Maharashtra anunciou hoje que pretende censurar o software Google Earth para evitar ataques terroristas como o que matou 179 pessoas em novembro em sua capital, Mumbai, de acordo com a agência Ians.

EFE |

Segundo o vice-ministro do Interior de Maharashtra, Naseem Khan, as autoridades regionais enviarão uma proposta ao Governo central indiano e às agências de inteligência para aplicar esta medida "o mais rápido possível".

O estado de Maharashtra buscará medidas legais que permitam censurar as imagens de locais vulneráveis a ataques mostrados por esta ferramenta do Google, que oferece imagens por satélite, mapas e busca geográfica.

O vice-ministro destacou que as autoridades estão preocupadas, desde que souberam que o comando terrorista que atacou o sul da capital financeira da Índia usou imagens do Google Earth.

Khan afirmou que há cerca de 20 locais que podem ser atacados em Mumbai, Maharashtra e no resto do país que podem ser vistos com facilidade nos mapas dessa ferramenta.

"Queremos que pelo menos os locais mais visados, como instalações militares, sedes do Governo, câmaras legislativas, locais de culto, zonas portuárias, píeres e locais semelhantes desapareçam dos mapas por satélite", disse Khan. EFE sp/jp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG