Golpistas da Guiné prometem eleições no fim de 2010

Os militares golpistas que afirmam ter tomado o poder na Guiné prometeram nesta quarta-feira organizar eleições livres, confiáveis e transparentes em dezembro de 2010, em um comunicado divulgado na rádio pública.

AFP |

"Povo da Guiné, a tomada de poder pelo seu Exército é um ato de civismo, que responde à vontade de salvar um povo desamparado. Orgulhoso de ter cumprido esta missão, o Conselho (junta) não tem nenhuma ambição de perpetuar-se no poder", afirma o texto lido.

"A única razão é a preocupação pela salvaguarda da integridade territorial. É por isto que, sem reflexão profunda, o Conselho se compromete a organizar eleições livres, confiáveis e transparentes no fim de dezembro de 2010", acrescenta.

"O Conselho se compromete solenemente a respeitar esta declaração", conclui o comunicado.

O mandato do presidente Lansana Conté, falecido na segunda-feira, terminaria em dezembro de 2010.

bm-cpy/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG