Golfe pode prejudicar audição, alertam médicos britânicos

Médicos na Grã-Bretanha afirmam que jogadores de golfe correm o risco de sofrer danos à audição devido ao barulho emitido por tacos com cabeça de titânio ao acertarem a bola. Especialistas do Hospital da Universidade de Norfolk e Norwich trataram um jogador de 55 anos, que usou um driver da marca King Cobra LD três vezes por semana durante 18 meses e afirmou que o barulho do taco atingindo a bola era como uma arma disparando.

BBC Brasil |

O ruído era tão desagradável que o jogador suspendeu o uso, mas já estava com problemas e relatava zumbidos e diminuição da audição no ouvido direito.

Exames confirmaram que o jogador tinha problemas auditivos típicos de pessoas expostas a barulhos altos.

Os detalhes do caso foram publicados na revista British Medical Journal.

Jogador profissional
Os médicos pesquisaram na internet por comentários de jogadores a respeito dos drivers com cabeça de titânio e os relatos eram sempre de muito barulho.

A equipe médica então pediu a um jogador profissional para fazer tacadas com seis destes drivers, de fabricantes como a própria King Cobra, Callaway, Nike e Mizuno.

Todos produziram barulho mais alto do que os de cabeça de aço inoxidável. Uma das marcas chegou a produzir um ruído acima de 130 decibéis.

"Nossos resultados mostraram que drivers com cabeça de titânio podem produzir ruído suficiente para induzir a dano temporário ou mesmo permanente na cóclea, em indivíduos mais suscetíveis", afirmou Malcom Buchanan, líder da pesquisa e também jogador de golfe.

Buchanan recomenda cuidado aos jogadores e, em alguns casos, até mesmo o uso de tampões nos ouvidos.

Crystal Rolfe, especialista da organização de caridade britânica especialista em problemas auditivos RNID, afirmou que é necessário algum tipo de proteção para os jogadores de golfe, mas este "foi apenas um caso isolado, portanto precisamos de mais pesquisa".

Martin Strangwood, especialista em engenharia de equipamentos esportivos na Universidade de Birmingham, afirmou que existe uma tendência entre os fabricantes de fazer drivers mais barulhentos.

"Se ocorrer algum problema, seria fácil corrigir preenchendo a cabeça do taco com espuma para diminuir o barulho."
Para Strangwood, o uso de tampões nos ouvidos pode até ser uma solução, mas os jogadores usam o ruído como um sinal para avaliar como estão jogando e como o equipamento está funcionando. "Então, pode não funcionar", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG