Cairo, 19 nov (EFE) - A atriz americana Goldie Hawn afirmou hoje no Cairo que está mais satisfeita com sua aparência atual do que com a que tinha no começo de sua carreira, quando recebeu um Oscar pelo papel no filme Flor de Cacto (1969).

Hawn, de 62 anos, fez as declarações em entrevista coletiva na 32ª edição do Festival Internacional de Cinema do Cairo, ao qual compareceu com o marido, o ator Kurt Russell.

Na terça-feira, os dois atores foram homenageados durante a cerimônia de inauguração da mostra cinematográfica.

Questionada sobre como as atrizes encaram o passar dos anos, Hawn ressaltou que, em relação a esse assunto, "sempre há pressão sobre todas as mulheres, não só em Hollywood".

A artista afirmou que se a sociedade olhasse positivamente para as mulheres maduras, estas se sentiriam mais confortáveis com o fato de envelhecer.

No entanto, destacou: "Se olho para trás, quando fiz 'Flor de Cacto' (aos 24 anos), sou mais feliz com minha aparência atual".

Por outro lado, Hawn e Russell, juntos há 26 anos, asseguraram que não existe nenhum segredo para conseguir o sucesso nas relações.

"Infelizmente, não tenho nenhum conselho", assegurou o ator.

Os dois explicaram que levam uma vida muito normal na qual o relacionamento está acima de todo o demais, mas afirmou que podem "discutir como todos os casais".

Sobre sua experiência no Egito, o ator qualificou o país como um lugar "incrível" o qual "todo o mundo deveria visitar", enquanto Hawn destacou a energia positiva e a amabilidade dos egípcios. EFE ju/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.