Giorgio Armani admite estar com hepatite

ROMA - O estilista italiano Giorgio Armani se recupera de uma hepatite que não interrompeu as atividades de sua grife, uma das mais exclusivas e renomadas do mundo, confirmaram hoje fontes da indústria têxtil.

EFE |

A doença foi anunciada por ele mesmo, em declarações dadas hoje à imprensa italiana, após o crescimento do interesse em torno do seu estado de saúde.

AP
Giorgio Armani
Giorgio Armani
"Nestes últimos dias, aumentou extraordinariamente o interesse em mim. Recebi dezenas de ligações. Todas pediam as mesmas informações e expressavam as mesmas preocupações com meu estado de saúde", declarou Armani.

"Decidi, por isso, tranqüilizar as almas ansiosas, seguindo mais uma vez meu estilo direto e claro de comunicação," acrescentou. "Realmente contraí uma hepatite por intoxicação, uma doença um pouco estranha e que requer tempo para a cura completa".

O estilista revelou que ainda está em fase de recuperação e que o trabalho de sua grife não parou e não foi afetado pela doença. "O trabalho da Giorgio Armani não parou nunca, assim como não parou meu compromisso criativo e empresarial, que exige escolhas e decisões cotidianas", comentou o designer.

"Também não foi atribuída nenhuma delegação particular e tudo na companhia continua com a energia de sempre, seguindo os cronogramas estabelecidos", concluiu.

Leia mais sobre Giorgio Armani

    Leia tudo sobre: giorgio armani

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG