Nova Délhi, 7 jan (EFE).- O ator americano Richard Gere, seguidor da religião budista há 35 anos, apostou hoje por transformar em região totalmente vegetariana a cidade onde Buda alcançou sua iluminação, onde está de visita nesta quinta-feira.

Na segunda-feira, o astro do cinema chegou a Bodh Gaya, no estado de Bihar, ao norte da Índia, para participar de um seminário de cinco dias dado pelo Dalai Lama.

"Sou totalmente a favor de transformar Bodh Gaya em uma região vegetariana", disse Gere antes de assistir a um discurso do líder espiritual budista, em declarações da agência indiana "Ians".

Gere disse estar muito feliz de visitar a cidade - "Eu gostaria de voltar várias vezes", afirmou -, e encorajou tanto aos aldeões como os turistas a abandonarem o consumo de carne ou peixe e passem à vida vegetariana.

O ator reuniu-se nesta quarta-feira com o próprio Dalai Lama, segundo afirmou um oficial do mosteiro tibetano de Mahabodhi, que apressou-se a esclarecer que Gere é como "qualquer fiel" do líder budista.

Gere participou também de uma passeata convocada pela Sociedade de Tibetanos pelo Vegetarianismo para transformar a cidade de Bodh Gaya em um espaço de comida só vegetariana, como já ocorre com algumas cidades sagradas hindus da Índia.

Richard Gere, que visitou ao Dalai Lama em diversas ocasiões, é um dos rostos públicos mais conhecidos da causa tibetana em sua reivindicação de independência da China e sobre a denúncia de ocupação chinesa do Tibete.

O Dalai Lama teve de fugir do Tibete em 1959 e vive desde então junto a seu séquito e milhares de seguidores em Dharamsala, uma localidade situada nos Himalayas indianos. EFE daa/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.