Geórgia quer algo entre US$ 1 bi e 2 bi de ajuda, afirma Usaid

TBILISI (Reuters) - O governo da Geórgia tenta obter algo entre 1 bilhão e 2 bilhões de dólares em ajuda para realizar obras de reconstrução e de infra-estrutura depois do conflito deste mês com a Rússia, afirmou na sexta-feira a chefe da agência de auxílio do governo norte-americano. Eles elaboraram uma proposta para o que chamam de Fundo Fênix, prevendo arrecadar algo entre 1 bilhão e 2 bilhões de dólares, disse Henrietta Fore, que comanda a Usaid.

Reuters |

'Esse dinheiro serviria para a reconstrução e para as obras de infra-estrutura. O montante não tem relação somente com os estragos provocados nos conflitos. Visa também incentivar o desenvolvimento', disse Fore a repórteres a bordo de um avião, no regresso de uma visita à Geórgia para avaliar as necessidades do governo daquele país depois da guerra.

'A Geórgia nos forneceu uma lista bastante longa de coisas que gostaria de fazer --instalações da área de comunicação, represas para hidrelétricas etc.', disse.

Segundo Fore, o pedido dizia respeito também à concessão de ajuda para prover um lar aos georgianos obrigados a deixar suas casas.

Os bombardeios e as ofensivas por terra realizados pela Rússia atingiram principalmente itens da infra-estrutura militar da Geórgia, incluindo o porto militar de Poti, à beira do mar Negro, o aeroporto militar localizado perto de Tbilisi e bases militares de todo o país.

Na quinta-feira, o Banco Mundial disse que enviaria uma missão à Geórgia no dia seguinte a fim de avaliar os danos econômicos sofridos pelo país no conflito com a Rússia e para discutir os planos de reconstrução.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG