Tbilisi, 10 abr (EFE).- O líder georgiano, Mikhail Saakashvili, concedeu ao presidente polonês, Lech Kaczynski, morto hoje em um acidente aéreo na Rússia, a máxima distinção do Estado, a ordem e o título de Herói Nacional da Geórgia.

"Kaczynski era um grande e fiel amigo da Geórgia. Nosso país jamais esquecerá sua abnegação e heroísmo", declarou o presidente georgiano, conforme disse à imprensa seu porta-voz, Manana Mandzhgaladze.

O título de Herói Nacional é a máxima distinção estatal que se outorga "em reconhecimento de notáveis atos heróicos e méritos a favor da Geórgia", disse a porta-voz em alusão a Kaczynski, que no meio da guerra russo-georgiana de agosto de 2008 apoiou o Estado georgiano.

Saakashvili também enviou hoje suas condolências às autoridades e ao povo da Polônia e decretou domingo como um dia de luto em memória a Kaczynski e às demais vítimas polonesas da catástrofe.

Na queda do avião Tupolev-154, próximo à cidade russa de Smolensk, perto da fronteira com a Bielorrússia, morreram pelo menos 96 pessoas, das quais mais de 80 integravam uma delegação oficial da Polônia liderada por Kaczynski.

O presidente da Polônia, acompanhado de sua esposa Maria e de vários funcionários de alto escalão da Polônia e chefes militares, viajava à cidade russa de Katyn para prestar homenagem aos milhares de poloneses vítimas do stalinismo. EFE mb/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.