Geórgia oferece território para trânsito de tropas ao Afeganistão

Tbilisi, 29 jan (EFE).- O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, propôs que os Estados Unidos e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) utilizem o território deste país do Cáucaso para o trânsito de tropas e material bélico ao Afeganistão, informou hoje a televisão.

EFE |

Em entrevista à imprensa ocidental, Saakashvili anunciou sua disposição de ceder os portos georgianos no Mar Negro e os aeroportos do país como pontos de escala para os navios e aviões de transporte da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf).

Explicou que Geórgia se transformaria, assim, da mesma forma que a Rússia, em ponto de passagem para as provisões que a Otan decidiu, com Moscou e os países da Ásia Central, enviar à Isaf através de seus territórios, complementando a rota tradicional a partir do Paquistão.

Saakashvili, o aliado mais fiel dos EUA no Cáucaso, disse que sua oferta não incomodará Moscou, pois a Rússia deve estar interessada no sucesso da campanha militar da Otan contra as forças fundamentalistas no Afeganistão.

Tbilisi rompeu relações diplomáticas com Moscou e abandonou a pós-soviética Comunidade dos Estados Independentes (CEI) após o conflito entre os dois países, em agosto de 2008, pelo controle da separatista região georgiana da Ossétia do Sul.

Segundo a imprensa georgiana, fontes do Pentágono comentaram que conhecem a oferta de Saakashvili, mas ainda não a estudaram. EFE mv-si/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG