Geórgia exige que Rússia revogue aproximação com regiões separatistas

Tbilisi, 17 abr (EFE).- O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, exigiu hoje que a Rússia volte atrás na decisão de estabelecer vínculos legais com as regiões separatistas georgianas da Abkházia e Ossétia do Sul.

EFE |

"Exigimos que a Rússia revise e revogue essa decisão, que viola a soberania da Geórgia, e quero que todos saibam que nossos esforços se centram em restabelecer a integridade territorial do país", declarou Saakashvili em uma reunião do Governo, transmitida ao vivo pela televisão.

O presidente georgiano acrescentou que "a reunificação do país será efetuada pela via pacífica e com a ajuda da comunidade mundial".

Saakashvili agradeceu a solidariedade da União Européia (UE) e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan): "Acho que essa dura reação às arbitrariedades da Rússia foi uma surpresa para Moscou, acostumada à aceitação do mundo com muitos de seus passos, mas agora viu que paciência tem limite", declarou o presidente georgiano. EFE mv/wr/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG