As autoridades georgianas evacuaram o edifício da presidência e outros escritórios governamentais na capital Tbilisi por temor a um bombardeio russo, anunciou neste sábado à AFP o secretário do Conselho de Segurança Nacional, Alexander Lomaia.

"Recebemos informes de nosso ministério da defesa de que cinco aviões militares russos decolaram da região russa do Cáucaso (norte) em direção a Tbilisi", afirmou, por telefone.

Fontes oficiais georgianas asseguraram nesta sexta-feira que aviões russos haviam bombardeado as proximidades da base militar de Vaziani, o aeroporto militar de Marneuli, o porto de Poti e uma linha férrea, além do aeroporto de Senaki.

Anteriormente, o presidente georgiano Mikhail Saakashvili havia anunciado a morte de 30 pessoas - militares em maioria.

dt/ch/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.