Georgia diz ter recuperado controle na Ossétia do Sul após duros combates

A Geórgia afirmou na noite desta sexta-feira ter recuperado o controle de quase todo o território da Ossétia do Sul, pequena república separatista onde violentos enfrentamentos já deixaram 1.400 mortos segundo seu presidente, Eduard Kokoity.

AFP |

Em uma decaração à televisão local, o presidente georgiano Mijail Saakashvili disse que suas tropas "controlavam todo o território da Ossétia do Sul, com exceção de Djava", localidade ao norte da capital, e "completamente Tsjinvali".

Saakashvili informou que cerca de 30 georgianos haviam morrido nos combates.

Entretanto, a porta-voz do governo separatista, Irina Gagloyeva, negou essas afirmações, declarando que a capital Tsjinvali permanecia sob o controle dos ossétios.

Tropas russas e georgianas iniciaram nesta sexta-feira uma violenta batalha na Ossétia do Sul, depois que a Geórgia lançou uma ofensiva pelo controle da região. A Rússia reagiu enviando numerosos reforços à região, com dezenas de carros e caminhões com tropas, munição e materiais.

O presidente da região separatista, Eduard Kokoity, anunciou por sua vez que a ofensiva georgiana havia deixado 1.400 mortos, aos quais se somam ainda 10 soldados russos, segundo o ministério de Defesa da Rúsia.

Nesta sexta-feira, a Geórgia anunciou que aviões russos haviam bombardeado várias cidades e bases militares georgianas. A aviação russa teria bombardeado a cidade de Gori, local de nascimento do ditador soviético Joseph Stalin.

"Combates encarniçados" continuavam nas primeiras horas de sábado. As autoridades georgianas ordenaram a evacuação do edifício presidencial e de outros prédios governamentais na capital Tbilisi por temer novos bombardeios.

ahe-bds-bfi/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG